Conheça os principais tipos de financiamento de imóveis

4 minutos para ler

Comprar o imóvel próprio é o sonho de muitas pessoas e exige economia e esforço. Porém, sair do aluguel pode ser uma missão mais difícil do que se imagina, especialmente pela valorização imobiliária que elevou o preço de muitas casas e apartamentos. Então que tal conhecer os tipos de financiamento de imóveis?

Eles são uma ótima solução para quem deseja agilizar o processo de compra da moradia própria. Quer conhecer as características de cada um dos tipos de financiamento de imóveis? Então vamos lá!

Sistema Financeiro de Habitação

O SFH é um tipo de financiamento realizado pelo Governo Federal brasileiro, por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE) e do Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS).

Esse tipo de empréstimo corresponde a maior parte dos financiamentos realizados no país e pode ser utilizado tanto para aquisição, quanto para a construção de imóveis residenciais. Porém, para que ele aconteça existe um limite máximo de financiamento, que deve ser de até 80% do custo do imóvel.

Sistema de Financiamento Imobiliário

Já o SFI é o sistema que regulamenta todos os demais empréstimos imobiliários do país que ocorrem além das regras do SFH, funcionando como uma extensão deste último. O SFI é regulamentado pela Lei nº 9.514/1997.

Como não possui exigências com relação ao valor máximo do imóvel e nem da renda comprometida, esse tipo de financiamento possui maiores riscos e, consequentemente, taxas de juros mais elevados e variáveis.

Minha casa Minha Vida

Esse é um tipo de financiamento imobiliário ofertado pelo governo para famílias que tenham renda mensal de até R$ 9.000,00. A taxa de juros do empréstimo varia de acordo com essa característica — quem tem renda de até R$ 2.600,00 estará sujeito a juros de 5%, já para valores entre R$ 7.000,00 e R$ 9.000,00, o valor dessa taxa vai para 9,16%, por exemplo.

Além disso, o Minha Casa Minha Vida também possui um valor máximo para o financiamento do imóvel, que é calculado com base no Índice Nacional da Construção Civil (INCC).

Assim, em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, por exemplo, o total do empréstimo deve ser de R$ 240.000,00, no máximo. Portanto, é importante verificar se você se enquadra nas características do programa antes e solicitá-lo.

Sistemas de amortização

Os sistemas de amortização são planos para pagamento do financiamento, que podem ser feitos de diversas maneiras — com periodicidades e juros variáveis. Para os financiamentos imobiliários, as principais amortizações são: Sistema Price e SAC.

Sistema Price

No Sistema Price, as amortizações são crescentes e as prestações são fixas. Dessa maneira, as parcelas iniciais são mais baixas, pois a maior parte do valor corresponde ao pagamento dos juros somados a uma pequena amortização. Já nas últimas prestações, os juros são menores, pois o saldo devedor diminui consideravelmente, porém o valor a ser pago é maior.

SAC

Já no Sistema de Amortização Constante (SAC), o valor das parcelas referentes à amortização é o mesmo e os juros decrescem com o tempo. Logo, é possível concluir que as prestações também vão sofrendo uma redução.

Como as prestações no início do empréstimo possuem maior valor, a amortização da dívida é feita mais rapidamente, resultando em juros menores quando comparado ao Sistema Price.

Além disso, como o montante é mais alto no início, a segurança para o devedor é maior, pois ele tem mais garantias de que conseguirá quitar a dívida. Assim, em casos de imprevistos futuros, ele não terá que recorrer a outros empréstimos para quitar este, pois as parcelas e o saldo devedor já serão menores.

Vale ressaltar: todos os tipos de empréstimos imobiliários citados estão sujeitos à alterações, pois as condições variam de acordo com o mercado e a instituição financeira.

Gostou de conhecer mais sobre os tipos de financiamento de imóveis? Agora você poderá escolher aquele que mais se adéqua às suas condições financeiras e às suas necessidades! Quer continuar por dentro de todas as novidades desse universo? Então assine já a nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.