Garagens em apartamentos: entenda as principais regras

4 minutos para ler

Neste artigo vamos conversar sobre garagens em apartamentos e suas principais regras.

As regras são formas de agir em determinados espaços que nos mostram o que devemos fazer para conviver bem com as outras pessoas, afinal, se cada um fizer a sua parte, fica mais fácil conviver em harmonia e assim evitamos problemas desnecessários!

Nos condomínios essas regras constam na convenção do condomínio. Assim como na área de lazer e espaços de convivências, nas garagens também existem regras, pois as vagas de garagem estão sempre entre os itens com mais reclamações por parte dos moradores.

Em nosso artigo, trouxemos as principais dicas para que você tire de letra esse assunto! Vamos lá?

Problemas mais recorrentes

Os problemas listados em um top 5 são:

1.Carros de visitantes;

2.Veículos mal estacionados;

3.Carros amassados e danos causados por outros moradores;

4.Moto, bicicletas e entulhos

5.Furtos

1. Carros de visitante

Nem todos os condomínios possuem vagas para visitantes!

Se esse é seu caso, vale a pena ficar atento às regras, pois na maioria dos casos existe um limite de tempo para que o carro do visitante permaneça na vaga.

Isso pode variar de acordo com a realidade do condomínio, da cidade e do que foi decidido pela assembleia dos condôminos. 

Se seu condomínio não possui vagas para os visitantes, não se arrisque utilizando a vaga do vizinho ou qualquer outra maluquice!

O resultado disso é confusão na certa!

2. Veículos mal estacionados

Partindo do princípio “não faça com os outros aquilo que não gostaria que fizessem com você”, logo, não estacione de qualquer jeito!

As vagas são demarcadas com o objetivo de organizar e acomodar bem todos os veículos.

Quando um morador para seu veículo de modo incorreto, atrapalha seu vizinho pois, dessa forma, ocupa uma parte de outra vaga.

Lembre-se disso, assim você evita que outros motoristas batam ou encostem em seu veículo por estar mal estacionado.

Leia também: Como otimizar o espaço no seu apê

3.Carros amassados e danos causados por outros moradores

Garagens de condomínio pequenas podem dificultar, também, as manobras de veículos ao estacionar.

Essa situação pode se agravar com o tamanho do carro ou caminhonete.

Os donos de veículos maiores devem manobrar com cuidado para, mais uma vez, evitar esbarrões e danos ao próprio carro e ao de terceiros.

Por isso, frisa-se, mais uma vez, a importância de se respeitar as delimitações das vagas, pois ocupar espaço de outro veículo vai impossibilitá-lo de manobrar sem provocar acidentes.

Seja legal: bateu, arranhou, comunique! A vida protege quem age na verdade!

4.Moto, bicicletas e entulhos

Geralmente é determinada a utilização da garagem para guardar apenas um automóvel, cabendo ao morador a escolha se irá utilizar o espaço para guardar carro ou moto.

Normalmente existem vagas específicas para motos.

Se esse não é seu caso, cuidado ao estacionar para não deixar o automóvel em vulnerabilidade e para não causar acidentes caso a moto caia ou atrapalhe outras vagas.

Bicicletas devem ser estacionadas dentro do imóvel ou em dispensas ou box de despejo do seu imóvel.

5.Furtos

Os furtos ocorridos na garagem do condomínio, seja de objetos no interior do veículo ou o próprio bem móvel, não estabelecem responsabilidade somente daquele, portanto, não geram dever de indenizar.

Ou seja, o prejuízo sofrido por um dos condôminos, nas dependências do condomínio, somente pode sobrecarregar os demais se houver consentimento da maioria dos condôminos.

Da mesma forma, o condomínio só será responsabilizado se comprovada a culpa daqueles a quem confiou a tarefa de guarda.

Caso no seu condomínio não tenha guarda, ou vigia, a responsabilidade só será do condomínio a partir do que foi estabelecido na convenção.

O texto foi útil para você? Conte para gente!

Acesse o nosso Instagram @patrimonial.imoveis

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.