Tipos de imóveis residenciais

3 minutos para ler

Que tipo de imóvel você precisa?

Dependendo das suas necessidades, do seu estilo de vida e do que você pretende, vários tipos de imóveis atenderão bem suas futuras expectativas.

Sabendo dessas possibilidades, você abre o leque para novas escolhas e diferentes tipos de investimento.

Vamos falar mais sobre isso no artigo de hoje, afinal o  mercado imobiliário oferece uma série de opções para todos os bolsos e todos os perfis de famílias.

Caso você ainda permaneça com dúvidas, podemos tomar um café e conversarmos melhor sobre o que você procura!

Casa

As casas recebem nomenclaturas diferentes, devido a construção em um terreno individual ou integrante de um condomínio, ou ainda pela construção semelhante.

São casas geminadas: casas construídas lado a lado, com mesma estrutura e construção semelhante, muita das vezes idênticas, dividindo o mesmo telhado e até mesmo o mesmo espaço externo.

São casas térreas ou bangalô: casas de um só pavimento podendo conter área externa e varanda.

Casa sobrado: casas que possuem dois ou mais pavimentos sendo residenciais ou comerciais.

Loft: são casas com ambientes integrados, ou seja sem divisão vertical ou horizontal feita com paredes.

Apartamentos

Os apartamentos não variam de nomes a partir do número de dormitórios.

Para imóveis tradicionais, o mais habitual, independentemente do número de quartos, é chamado de apartamento tipo ou padrão.

As nomenclaturas variam devido à disposição física e construção.

Cobertura: São unidades no topo do prédio.

Cobertura Duplex: São unidades no topo, que ocupam dois andares para formar a unidade. Sua divisão pode ser por escada ou elevador privativo.

Cobertura Triplex: São unidades no topo, que ocupam três andares. Sua divisão pode ser por escada ou elevador privativo.

Top House: São apartamentos com dois pavimentos, geralmente coberturas, com configuração semelhante à de uma casa, onde no 1º piso, estão as salas cozinha, área de serviço e o terraço. Já no 2º piso, estão os quartos e algum estar íntimo, escritório ou outro espaço.

Possuem uma integração muito interessante entre ambientes interno e externo, já que a sala principal e cozinha estão no mesmo nível do terraço.

Duplex: O apartamento duplex não necessariamente estará na cobertura, no topo do prédio, mas será necessariamente composto por dois andares. Quando possuem a estrutura de três andares, mas não estão no topo, são chamados de triplex.

Área Privativa: Um apartamento geralmente no 1° andar, com um espaço externo privativo.

Giardino ou Garden:  São apartamentos no térreo por isso podem possuir quintal ou jardim.

Em alguns casos podem possuir churrasqueira e até piscina.

Ou seja, possuem uma estrutura maior e com mais itens que uma área privativa comum.

Quitinete ou kitnet: Trata-se de um apartamento com proporções menores e poucos cômodos, geralmente apenas três: banheiro, sala em conjunto com o quarto, e cozinha combinada com a área de serviço. 

Esses são os principais tipos de imóveis disponíveis no mercado.

Para decidir qual é o melhor pra você, fale com um de nossos profissionais!

Siga-nos no instagram @patrimonial.imoveis

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.