4 dicas para mudar de casa conservando os móveis

4 minutos para ler

Mudar de casa é algo empolgante, que indica a aproximação de novidades e desperta aquela vontade de entrar no futuro lar com o pé direito, não é mesmo?

Para começar essa nova etapa do melhor jeito, o ideal é levar os móveis e demais objetos de forma cuidadosa, para que todas peças cheguem ao seu destino em perfeito estado e prontas para durar muitos anos mais.

E você, quer saber como transportar a sua mobília com segurança e evitar acidentes? Então, continue a leitura deste post e descubra!

1. Não tente mover móveis pesados sozinho

Na hora de deslocar os móveis para a mudança, evite erguer ou empurrar pesos que estejam acima da sua capacidade, pois você corre o risco de danificar a peça e ainda pode acabar se machucando.

Ao tentar tirar um armário do lugar, por exemplo, forçar demais pode prejudicar toda a estrutura. E os pés dos móveis, quando existentes, tendem a se quebrar se a peça for muito inclinada para um dos lados.

O indicado é solicitar auxílio quando se tratar de tirar armários, estantes, camas e outras peças do lugar. Em duas ou mais pessoas, fica muito mais fácil mover a mobília sem provocar estragos.

2. Tenha muita cautela com os eletrodomésticos

Melhores amigos do dia a dia, os eletrodomésticos devem ser transportados com máxima atenção já que, se forem carregados de forma incorreta ou sofrerem qualquer impacto, podem apresentar mau funcionamento.

Sendo assim, é importante que você preste atenção em alguns pontos:

  • geladeira: descongele e esvazie o aparelho, remova as prateleiras, transporte-a na posição vertical;
  • máquina de lavar: amarre o fio, prenda o cesto e mantenha o objeto na vertical;
  • televisor: utilize uma caixa específica, proteja a tela e realize o transporte na vertical;
  • forno de micro-ondas: amarre o fio e retire o prato do interior;
  • fogão: retire os queimadores, trempes e a grade do forno, fixe a porta e a tampa;
  • lava-louças: amarre o fio e fixe a porta.

Jamais empilhe caixas em cima desses aparelhos e, se possível, proteja com material acolchoado as partes sujeitas a riscos. Chegando ao novo lar, verifique a voltagem das tomadas antes de voltar a usar os eletrodomésticos.

3. Providencie assistência especializada para seus móveis planejados

Se você mandou fazer móveis para a atual residência e quer retirá-los para usar no apartamento ou na casa nova, é importante levar em consideração a montagem e a desmontagem exigem um conhecimento mais técnico. Nesse caso, chamar um especialista é a melhor solução para garantir que a sua mobília seja manuseada corretamente e possa continuar a ser utilizada sem problemas.

Assim, nada de deixar qualquer curioso, mesmo que bem-intencionado, tentar a sorte com seus móveis planejados, ok? Chame a empresa se encarregou da última montagem para tirar os móveis de onde estão, bem como de fazer a instalação no seu próximo imóvel.

4. Preste muita atenção às peças menores

Para que as peças mais delicadas como quadros, objetos decorativos e miudezas não sejam prejudicadas na mudança, é essencial que eles sejam acondicionados em caixas especiais, embalados em folhas de jornal ou plástico bolha e que sejam utilizadas etiquetas com o aviso “cuidado, frágil”.

Para quem deseja economizar tempo na hora de desembalar, uma estratégia certeira consiste em etiquetar não somente as caixas contendo miudezas, mas também as demais. Desse modo, você vai saber de antemão onde deve ser colocada cada embalagem que descer do caminhão de mudança.

Como você viu, organização é o elemento-chave quando o assunto é mudar de casa. E as dicas acima, certamente, vão ajudar você nessa fase que, mesmo trabalhosa, é repleta de expectativas positivas.

Se você gostou deste post e quer receber outros conteúdos diretamente em sua caixa de entrada, aproveite e assine agora mesmo a nossa newsletter!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.